Blog deFilipa Vicente

Nutricionista · 1369N

Check decagram white

Eat, live, perform, sleep

Arrow

O papel ergogénico da alimentação

Domingo, 24 de Maio de 2020

Entende-se por ergogénico uma estratégia que melhora o rendimento físico/intelectual do indivíduo podendo ser um composto bioativo presente num suplemento/medicamento, uma estratégia nutricional ou de treino, um equipamento ou até uma intervenção psicológica. 

A alimentação pode ter um efeito ergogénico através de vários mecanismos relacionados com: 

1) a melhoria da recuperação, permitindo ao atleta treinar consecutivamente

2) a otimização das reservas energéticas nomeadamente de glicogénio muscular 

3) a biogénese mitocondrial (um efeito pretendido por diversas estratégias de treino e periodização nutricional não mensurável de forma direta) 


Nesse sentido, a alimentação de um atleta deve: 

- Suprir as suas necessidades energéticas, de macro e micronutrientes acrescidas devido ao esforço físico

- Assegurar o devido reforço energético intra esforço sempre que necessário

- Promover a reposição de água e eletrólitos assegurando um bom estado de hidratação 

- Contribuir para a redução da percepção subjectiva de esforço e atrasar a fadiga em treino e competição


Ao contrário das variáveis associadas à condição física (ex: força, velocidade), não há uma forma de avaliar o contributo da nutrição nesta melhoria pelo que por vezes parece ser ignorado o papel vital que uma alimentação harmoniosa, adequada e suficiente para que um atleta de topo esteja no seu melhor. Infelizmente não há suplemento nem alimento no mundo, por muito importante que seja a nutrição, que possa tornar um atleta comum num indivíduo fora de série. Não é possível suplementar nem alimentar talento. Mas é determinante fornecer o que o atleta requer para o poder mostrar.